•    wf@worldflex.com. br      |         (99) 3523-1040     |    
Notícias

Novo Simples Nacional começa a valer em 2015 com novo regime de tributação

simplesnacional

Mais de 450 mil empresas serão beneficiadas a partir de 1° de janeiro de 2015, com a lei para o Novo Simples Nacional sancionada em agosto de 2014. O novo regime de tributação do Supersimples irá beneficiar a Micro e Pequena Empresa com alterações na redução da carga tributária e menor burocracia, permitindo mais tempo para ações e estratégias de negócios.

 

Foi sancionada em 7 de agosto de 2014, pela presidente Dilma Rousseff a Lei Complementar 147/2014 (PLC 60/14), originada do PLP (Projeto de Lei Complementar) 221/12, que universaliza o Supersimples – sistema de tributação diferenciado para as micro e pequenas empresas, unificando oito impostos em um único boleto, reduzindo em 40% a carga tributária.

 

Mais de 140 categorias serão beneficiadas com as novas regras, como por exemplo, médicos, fonoaudiólogos, design, veterinários e diversos outros profissionais do setor de serviços, podem aderir ao Supersimples e passar a pagar menos tributos. É possível agendar com antecedência entre o primeiro dia útil de novembro e o penúltimo dia útil de dezembro de 2014, porém só valerá a partir de 1° de janeiro de 2015.

 

Será o teto de valor de faturamento que definirá se a empresa irá aderir ao regime do Supersimples. Os valores alterados seguem da seguinte forma: Nos estados do Amapá e Roraima, o teto de faturamento será de até R$ 1,26 milhão. Acre, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rondônia, Sergipe e Tocantins, R$ 1,8 milhão. Ceará, Maranhão e Mato Grosso, R$ 2,52 milhões, nos outros estados e no Distrito Federal, o teto para fazer parte do Supersimples será de R$ 3,6 milhões.

 

Fonte: SEBRAE, Simples Nacional

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *